quarta-feira, 29 de julho de 2009

Neva em São Paulo...

neve na casa de Beto Ribeiro em São PauloSegundo o livro "Neve no Brasil", São Paulo já acordou nevada em 1918. Minha avó não lembra de nada. Mas também a jovem senhora Dona Alzira só viria a nascer alguns anos depois. Bem... Assim diz o livro que já tivemos por aqui nos trópicos ares de europeus. Uma delicia fofa de nevasca breve e feliz.

Mas, na madrugada de hoje, 29 de Julho, em São Paulo, só dormiu quem tem sono de neve na casa de Beto Ribeiro em São Paulopedra mesmo. E não de gelo. O que caiu de granizo não foi brincadeira. Como o escritor aqui vive muito bem obrigado, a varanda que vê toda a cidade não tem teto. Então, foi gelo em todas as janelas da casa, em todos meus 6 metros de pé direito. Um barulhão e um medão também. Estava esperando as janelas estourarem. Mas a construtora era mesmo boa e o vidro de primeira. Terminou tudo sem nem um racho nas vidraças. O mesmo não posso dizer das plantinhas... Triste. Vasos de orquídeas quebrados, flores assassinadas pelas pedras de gelo, minhas lindas lavandas maltratadas.

Só valeu ver o terraço lotado de gelo, brincando que era novaiorquino. Dá uma olhada no vídeo. E na vista que tenho todos os dias... Desculpa, tá?


video

Nenhum comentário: