sábado, 28 de novembro de 2009

Abertura Marilia Gabriela

Meu amigo-camarada, o Henrique Bacana, gravou o clipe de abertura da entrevista que dei para a Gabi. Adorei!


video

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Frase da Gabi

Como, graças a Deus, o povo tem gostado da minha esntrevista na Gabi, e também tem pedido para eu relembrar a frase do final, aqui vai ela. A frase é de Hery Ford (o moço da foto) - aquele que nada mais, nada menos inventou a "Ford" e a linha de produção - e quem me apresentou à frase foi meu amigo José Carlos de Castro.

"Há mais pessoas que desistem que pessoas que fracassam"

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O mundo vai acabar! Promete???

2012: CHATOOOOOOOOO!É melhor ver o mundo indo ladeira abaixo que assistir ao chatissímo "2012". Aliás, o único motivo de ir ao cinema e perder 2 horas e meia da sua vida é apreciar os efeitos especiais desse looooonga e a destruição do nosso planeta. Realmente estas partes impressionam. Mas não dão nem uma hora se juntar tudo. Tirando a parte do mundo que dá adeus, poderia listar 2012 bons "porques" para você não se aventurar nessa bobagem.

Tudo culpa do roteiro: bobo, inssonso, imbecil. Não tem nada a ver com o fato do absurdo da lenda da Terra acabar porque os tais Maias quiseram. Não. A história é ridícula. Dá até raiva escrever sobre o assunto. E irrita também. Irrita ver tanto dinheiro e uma boa ideia jogados fora por conta de um enredo que não acontece.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Espero que o filme seja melhor...

O livro Julie&Julia virou longa metragem com Merly Streep e Amy Adams. Espero que o filme seja melhor que a leitura. O livro é chato, chato, chato... A Julie é chata, chata, chata... E olha que a história é real. Ou seja... Existe alguém bem chato neste mundo!

O livro não prende. Qualquer coisa é melhor que vencer cada página que quer ser inteligente-divertida-cheia-de-sacada.

sábado, 7 de novembro de 2009

O primeiro programa...

A gente nunca esquece!

Já que deu na imprensa, conto aqui também.

Estou participando do programa "Operação Policial", o primeiro programa de TV que assino o roteiro desde minha volta para este mundo. O programa é muito, muito bom! Depois explico mais. Abaixo, a matéria que saiu na Folha.

RedeTV! compra "reality show" que Globo não exibiu

Programa em 13 episódios mostra policial herói

SÍLVIA CORRÊACOLUNISTA DA FOLHA

O reality show policial "Força Tarefa", que chegou a ter mês de estreia na Globo em 2008, foi licenciado pela produtora paulistana Medialand para a RedeTV! e vai ao ar em março. Como o título pertence à Globo, ele se chamará agora "Operação Policial".

Inspirado em seriados norte-americanos, o programa é feito do ponto de vista dos policiais, que são narradores das operações. Como a Globo, a RedeTV! comprou 13 episódios, mas eles estão sendo remontados, com outras histórias, a partir das 2.000 horas de gravação, segundo Carla Albuquerque, diretora da Medialand.A produtora diz que o governo Estado "auxiliou na edição, para que a lógica das ações não sofresses distorções", mas nega que o produto seja mídia controlada e que tenho sofrido "ingerência editorial". "Não flagramos corrupção policial, mas há um caso em que o criminoso é morto. Noutro, o policial morre. Vamos mostrar isso, mas sem revirar o estômago."

O "Operação Policial" é um dos dez programas que a RedeTV! vai incluir na grade em 2010. O anúncio será feito na sexta, na inauguração da sede de 50 mil m2, que custou US$ 65 milhões, segundo o presidente da emissora Amilcare Dallevo. O presidente Lula estará na cerimônia.

A Globo diz que desistiu da exibição do seriado por achar que ficou muito factual, podendo levar o telespectador a acreditar que se trata de um produto jornalístico. A emissora buscava algo mais documental, que mostrasse a inteligência policial, mas avalia que o seriado se limita à operação policial, já mostrado nos telejornais.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Programa Marília Gabriela

Ontem dei entrevista para a Gabi... Emoção e emoção!!! Forrrrte!
O programa vai ao ar dia 22/11, às 22h. Depois reprisa.